Uso de cookies

Para você navegar neste website, usaremos cookies para melhorar e personalizar sua experiência. Saiba mais em nossa política de de privacidade.

Usphera XR lança plataforma para monitorar saúde dos colaboradores de empresas durante a pandemia da Covid-19  

Na plataforma, o gestor tem acesso à um painel, onde estão consolidadas as informações dos colaboradores, que são voluntariamente autodeclaradas e sistematizadas

 

A startup Usphera XR, incubada no Parque Tecnológico São Leopoldo – Tecnosinos desde 2019, desenvolveu uma plataforma para auxiliar as empresas e seus colaboradores no retorno gradual às atividades, durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A ferramenta, chamada checkCOVID.me, foi criada em colaboração com um grupo de pessoas do Brasil e dos Estados Unidos.

De acordo com a Co-Founder da Usphera XR, Andréia Martins, a ideia da ferramenta surgiu em março, durante o Hack for Brazil, um hackathon online promovido pela Aceleradora Grow+, onde foram finalistas. “O desafio era encontrar soluções que fizessem frente à pandemia da Covid-19, que estava se espalhando por todo o mundo, incluindo o Brasil e os Estados Unidos, países onde suas consequências foram severamente percebidas”.

Para a diretora do Tecnosinos, Susana Kakuta, um dos principais desafios de uma empresa é a rastreabilidade e o acompanhamento de seus funcionários, uma vez que deve fazer isto respeitando medidas de distanciamento. “É neste sentido que esta ferramenta agiliza e dá respostas assertivas aos gestores”.

checkCOVID.me foi desenvolvido com o objetivo de tornar mais simples e ágil a tarefa de acompanhar a saúde os colaboradores de uma empresa. “Desenvolvemos a ferramenta pensando nos cuidados que o gestor precisa ter com toda a equipe e, nas formas de alertá-lo quando um potencial problema aparecer. Assim, é possível ter uma resposta rápida e eficiente, resguardando a saúde tanto dos colaboradores como da empresa”, explica Andréia.

Segundo o CEO do checkCOVID.me, Rodrigo Serzedello, o maior desafio foi pensar globalmente no problema, trazendo soluções regionais para as empresas. “Além do desenvolvimento da plataforma multilíngue, tivemos que observar os padrões da LGPD no Brasil e a CCPA americana, que tratam da proteção de dados do sistema, o que foi um grande aprendizado para todos nós”. Serzedello ressalta que a preocupação com a segurança dos dados é algo muito importante na plataforma, tendo a Amazon AWS como grande parceira nessa jornada. “Desenvolver uma solução que potencialmente possa salvar vidas e ajudar as empresas, está sendo incrível, sem dúvida alguma, além de partir de uma startup incubada no Tecnosinos e hoje atingindo e ajudando empresas até aqui na América do Norte”, onde mora.

Na plataforma, o gestor tem acesso à um painel, onde estão consolidadas as informações dos colaboradores, que são voluntariamente autodeclaradas e sistematizadas. O colaborador é cadastrado na plataforma e recebe um link por SMS com os termos de uso e política de privacidade. Após o aceite, ele completa seu cadastro e diariamente indica se possui algum sintoma, que foram parametrizados através dos protocolos recomendados pelo Ministério da Saúde e pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Desta forma, o ambiente de trabalho pode ser acompanhado e as medidas de prevenção podem ser acionadas sempre que necessário.

Além disso, o sistema automatiza as informações relevantes e envia alertas via email e SMS para o gestor, facilitando e agilizando a tarefa de cuidar dos colaboradores, contribuindo com a segurança no trabalho neste momento tão delicado. O checkCOVID.me possui três tipos de planos: gratuito (até 03 colaboradores) empresarial e corporativo, adequado às necessidades de cada perfil de empresa e seus colaboradores.

Após o período da pandemia, o sistema será direcionado para monitoramento de doenças crônicas que tanto afetam os trabalhadores e geram reflexos nas empresas.

Outras notícias

Linha Submersa

HIGRA projeta crescimento de 50% e investe no mercado europeu

  A HIGRA, desenvolvedora de soluções em bombeamento, tratamento de efluentes e geração de energia limpa de São Leopoldo/RS, inicia sua trajetória rumo à Europa. Isto porque  se concretiza o contrato de licenciamento para produção e distribuição de bombas e

Curso para mestre de obras

SINDUSCOM Vales abre inscrições para mestre de Obras

  Estão abertas as inscrições para mais uma edição do curso Mestre de Obras, uma ação do Sindicato das Indústrias da Construção e do Mobiliário de São Leopoldo e da Região dos Vales do Sinos, Caí e Encosta da Serra (SINDUSCOM