Uso de cookies

Para você navegar neste website, usaremos cookies para melhorar e personalizar sua experiência. Saiba mais em nossa política de de privacidade.

SAP Labs anuncia R$ 120 milhões para expansão no Estado

Com investimentos de R$ 120 milhões (€ 30 milhões) e capacidade para reunir mais 700 pessoas, será inaugurado em 2020 o novo prédio do SAP Labs Latin America, no Parque Tecnológico da Unisinos (Tecnosinos), em São Leopoldo (RS). O anúncio foi feito na quarta-feira (8) pelo presidente do SAP Labs Latin America, Dennison John. As obras para a construção do novo espaço, que será instalado próximo à infraestrutura atual, devem iniciar entre novembro e dezembro de 2018. Até lá, a empresa está atuando em cima do projeto da obra e das liberações legais. A previsão é que a construção dure cerca de 18 meses.

O novo local terá 7,5 mil m² de área útil, que representará um crescimento de 45% em espaço físico da empresa. Hoje, a SAP Labs opera em um prédio com 17 mil m², referência em sustentabilidade, sendo 100% de fonte renovável, com mecanismos para reutilização de água, consumo inteligente de energia e destinação correta de resíduos. A previsão é de que o novo espaço seja construído nos mesmos moldes e obtenha a LEED nível Gold/NC, certificação líder utilizada em mais de 160 países para edifícios comprometidos com a sustentabilidade. “Esse investimento é muito maior do que foi feito até hoje. O nosso plano é seguir crescendo rapidamente e, além de oferecer soluções e serviços para a América Latina, passar a prover soluções de inovação também para o mercado global a partir de São Leopoldo”, conta John.

Atualmente, pouco mais de 1 mil profissionais atuam no SAP Labs Latin America, de cerca de 15 nacionalidades. A taxa de crescimento na contratação de pessoas tem sido de 30%. Em 2022, a meta é duplicar o número de profissionais, superando a marca de 2 mil. Esta será a terceira expansão da multinacional alemã desde a inauguração da sede no Rio Grande do Sul, em 2006.

O projeto começou dentro de uma sala da Unisinos, e reunia 20 pessoas. Em 2009, veio a primeira fase, com a construção de um prédio com capacidade para 450 pessoas e que recebeu investimentos R$ 40 milhões (€ 15 milhões). Em 2013, começou a fase dois da expansão. Na época, a empresa aportou mais R$ 60 milhões (€ 25 milhões) o que permitiu crescer o time para mais 500 pessoas. Até 2020, serão R$ 220 milhões destinados para o SAP Labs Latina America, equivalente a € 70 milhões.

O executivo afirma que os investimentos que têm sido feitos no Sul do Brasil se justificam pela grande capacidade de geração de talentos locais e pelo alto nível das universidades que estão próximas à sede do empreendimento. Além, claro, do fato de a unidade estar em uma região que fica no centro do Mercosul. Com soluções próprias desenvolvidas em São Leopoldo e comercializadas para vários países, outro trabalho importante feito pelo SAP Labs é a customizações das soluções. “O mercado brasileiro possui algumas singularidades, como seu complexo sistema de tributação. Os nossos times atuam fortemente na localização das soluções para o mercado local”, relata John.

O laboratório da SAP na América Latina é parte da rede de 20 laboratórios no mundo que oferecem desenvolvimento, suporte e localização de soluções para as necessidades específicas dos clientes de cada país. Os serviços fornecidos incluem ainda soluções de mobilidade e soluções para análise de grandes volumes de dados com o SAP HANA. Em 2017, a unidade de São Leopoldo foi selecionada para ser uma das quatro sedes mundiais a receber o SAP Leonardo Center, área global destinada a desenvolver soluções voltadas à digitalização e inovação, utilizando tecnologias como Internet das Coisas (IoT), Machine Learning, Analytics, Big Data, Blockchain, Cloud e Data Inteligence. As outras sedes estão em Paris, Nova York e Bangalore.

Saiba Mais:

Fundada em 2006 em São Leopoldo, a SAP Labs latin America é a organização da SAP voltada para o desenvolvimento de aplicações e serviços de suporte para as Américas.

 

Fonte: Jornal do Comércio

Foto: Marcelo Ribeiro/JC

Outras notícias

Linha Submersa

HIGRA projeta crescimento de 50% e investe no mercado europeu

  A HIGRA, desenvolvedora de soluções em bombeamento, tratamento de efluentes e geração de energia limpa de São Leopoldo/RS, inicia sua trajetória rumo à Europa. Isto porque  se concretiza o contrato de licenciamento para produção e distribuição de bombas e

Curso para mestre de obras

SINDUSCOM Vales abre inscrições para mestre de Obras

  Estão abertas as inscrições para mais uma edição do curso Mestre de Obras, uma ação do Sindicato das Indústrias da Construção e do Mobiliário de São Leopoldo e da Região dos Vales do Sinos, Caí e Encosta da Serra (SINDUSCOM