Uso de cookies

Para você navegar neste website, usaremos cookies para melhorar e personalizar sua experiência. Saiba mais em nossa política de de privacidade.

Revitalização Rua Independência: Iniciada a tubulação das redes de energia e de lógica

Mais uma etapa da revitalização da Rua Independência teve início na manhã desta terça-feira, dia 14. Uma equipe da Mercúrio, empresa responsável pela parte de elétrica da obra, trabalha em conjunto com as empresas do Consórcio São Leopoldo na colocação da tubulação de PVC que receberá os fios de energia elétrica de média tensão e da rede lógica (telefonia e internet) na galeria subterrânea.

Segundo o engenheiro da Construsinos, Henrique Souza, houve uma alteração no projeto, que previa a separação das redes de energia e rede lógica – elas seriam instaladas separadamente em cada lado da via pública – a rede elétrica de média tensão do lado esquerdo e a lógica do lado direito. “Vamos colocar todas na mesma vala para evitar escavações”, afirmou Henrique.

A tubulação será ligada em dez caixas de espera da fiação de elétrica e de lógica distribuídas ao longo da primeira quadra entre a Rua Independência e a Rua Brasil (lado esquerdo), começando pela caixa principal de 12 toneladas que foi colocada no sábado (11). A caixa principal da rede lógica que receberá a tubulação para a fiação será instalada em breve no lado direito da Rua Grande (como a Independência é conhecida). A rede subterrânea tem 1,40 metros de profundidade por 80cm de largura, numa extensão de 120 metros por quadra.

Ao todo, serão colocadas oito caixas principais de distribuição para a tubulação da rede de energia em cada quadra,  sempre do lado esquerdo. Outras oito caixas principais de distribuição para a tubulação da rede lógica (telefonia e internet) serão dispostas quadra a quadra ao longo da rua Independência no lado direito, em direção à avenida João Corrêa. Durante esse processo, um técnico da Sulgás acompanha o trabalho na fiscalização da rede de gás.

A obra da rua Independência

A revitalização da principal rua do comércio leopoldense será feita quadra por quadra. Serão investidos cerca de R$ 50 milhões. A idealização do projeto deve contemplar a questão de resiliência, priorizando a circulação das pessoas, com sinalização tátil, acessibilidade e inclusão.

A rede elétrica, de telefonia e internet será subterrânea e a via pública contará com uma nova iluminação pública mais eficiente com lâmpadas de led. Haverá duas pistas para veículos, faixa compartilhada, com três faixas de travessia em cada quadra, fortalecendo o conceito de agilidade de travessia dos pedestres. A rua contará também com câmeras de segurança de alta definição, painéis informativos, de energia elétrica e rede lógica, lixeiras seletivas, bicicletários, estações de água quente e gelada e água para pet´s.

Fonte: Comunicação PMSL | Foto: Lorenzo Lorenzoni

 

Outras notícias

Castástrofe Climática: ACIST-SL cancela eventos de maio

  Devido aos graves efeitos da catástrofe climática que assola São Leopoldo, a ACIST-SL cancelou todos os eventos programados para maio. “Nossos esforços estão concentrados em apoiar os atingidos pela enchente. Criamos uma força-tarefa com nossos associados para receber e