Uso de cookies

Para você navegar neste website, usaremos cookies para melhorar e personalizar sua experiência. Saiba mais em nossa política de de privacidade.

Nova identidade para a Interventura Urbana

Especializada em soluções urbanas, empresa leopoldense solidifica a atitude de pertencimento dos espaços públicos

Criada em 2016 para integrar lugares e pessoas por meio de um ambiente harmônico obtido por intervenções de mobiliário, a Interventura Urbana, empresa leopoldense idealizada pela arquiteta e urbanista Julia Rolim e pela fotógrafa Lidiane Bortoli, solidifica este ano sua presença no mercado gaúcho.

Julia Rolim e Lidiane Bortoli

E para marcar sua maturidade nos serviços e soluções urbanas para empresas e para a sociedade civil, as sócias promoveram uma ampla mudança de posicionamento, marcada pela alteração na identidade visual. “A nova marca convida as pessoas para aventuras; convida os negócios a se abrirem e se conectarem, comunica com arte, beleza, objetividade e elementos que vão colorir e transformar ainda mais o visual das nossas cidades”, reflete a fundadora Julia Rolim.

Tendo o pin como um dos símbolos, a identidade tem o ser humano no centro de toda a tomada de decisão. “Acreditamos que a melhoria dos ambientes urbanos é uma jornada constante, sem limites predefinidos, por isto, o infinito também é representado. A linha aponta para a conexão das pessoas e dos negócios, gerando movimentos para transformar espaços pela cidade”, comenta Lidiane.

Parceria – O autor da nova identidade é Vergílio Lopes, artista que tem uma longa parceria com as empreendedoras. Diretor criativo do Estúdio VER, a cumplicidade permitiu que aplicasse conceitos e transformasse em imagens e ilustrações todas as características e o DNA da Interventura.

A apresentação da nova logomarca foi realizada no dia 07 de novembro, no Espaço Sicredi Pioneira, em São Leopoldo, com a participação de clientes, parceiros e convidados.

Soluções Urbanas – Uma das principais iniciativas da Inteventura Urbana é o UrbEx na Rua,  que visa ativar espaços urbanos pouco aproveitados, sem uso ou com potencial para atrair pessoas para uma convivência harmônica. “São intervenções rápidas e de baixo custo, onde aproveitamos o investimento de empresários e parceiros que compartilham da nossa visão de transformação”, explica Julia. Um dos exemplos mais consolidados é a Rua de Lazer, que acontece periodicamente em locais como a Rua Lindolfo Collor, que durante um domingo é fechada para um grande encontro com a economia criativa, artesãos, artistas e outras manifestações culturais. Julia avalia que atuam como  agentes de mudança que acreditam no poder das cidades como palco de inovação, inclusão e crescimento”,

Outra proposta é a UrbEx Calçada, no qual, durante umas horas do dia, algumas vagas de estacionamento são substituídas por uma estrutura de parklet, isto é, uma extensão da calçada que vira uma mini praça, onde os pedestres podem utilizar o mobiliário urbano, estacionar suas bicicletas, tomar um chimarrão, curtir uma sombra, ler um livro. “No lugar de carros, circulam pessoas que aproveitam muito melhor aquele espaço. Na proposta de parking day, adicionamos espaços de interação, economia criativa, música e gastronomia”, complementa Lidiane, acrescentando que, como o espaço é público,  independente de quem seja o mantenedor do parklet, qualquer pessoa pode fazer uso e ajudar a cuidar dele.

Com a Interventura Walk, as empreendedoras desenvolvem roteiros pelos quais as pessoas caminham pela cidade, incentivando-as a realizarem mais passeios a pé, voltarem a frequentar as ruas, experimentarem e discutirem o patrimônio ou outras temáticas pertinentes ao meio urbano. Segundo Julia, a atividade proporciona  também novos olhares e preservação da História local. “As pessoas fotografam as paisagens urbanas e resgatam a relação que têm com a cidade. Ajudamos a gerar o sentimento de pertencimento e valorização em relação ao patrimônio material”.

Elizabeth Renz
Jornalista – Reg. Prof. 8225

Outras notícias

A 9ª Sinfonia integra-se à reconstrução de São Leopoldo

Obra-prima de Beethoven, que exalta a  fraternidade e a alegria, será apresentada no mês da Imigração para “abraçar” a cidade. Iniciativa vem sendo organizada desde dezembro de 2023 pela Presto Produções e Apresentações Artísticas, com o apoio da Lei Rouanet.

Festival Musicâmara reúne corais da região

Festival acontece entre os dias 8 e 11 de julho, na Igreja de Cristo (Igreja do Relógio) com entrada franca Valorizar a beleza do canto coral, que é um dos legados da Imigração Alemã para o Rio Grande do Sul.