Você está aqui
Home > Empresas & Negócios > Oncologia Centenário renova contrato com a Fundação Hospitalar Centenário

Oncologia Centenário renova contrato com a Fundação Hospitalar Centenário

Oncologia Centenário São Leopoldo, RS

Contrato envolve prestação de serviços para pacientes do SUS de São Leopoldo e de outros 20 municípios da região

Completando 20 anos de fundação e de atendimento a pacientes com câncer, a Oncologia Centenário renovou a parceria com a Fundação Hospital Centenário por mais 10 anos, o que beneficiará os usuários do SUS de 21 municípios que precisam de tratamento de radioterapia e quimioterapia.

Participaram da solenidade de assinatura do contrato, nesta terça-feira (3), o prefeito Ary Vanazzi, o secretário de Saúde Marcel Frison, a vice-presidente Operacional do Hospital Centenário, Simone Souza, representando a presidente Lilian Silva, que não compareceu por motivos de saúde, e o diretor da Oncologia Centenário, Adalberto Broecker Neto.

Na solenidade realizada no auditório do Centro de Câncer, o diretor e oncologista Broecker Neto falou da oportunidade de continuar e melhorar os serviços prestados, adequando-os às novas condutas que estão ocorrendo na medicina.  “Por um acaso ou coincidência, desde o ano passado, a medicina brasileira e mundial está sofrendo grandes mudanças. A tendência é de que pequenos serviços tendem a desaparecer e grandes conglomerados serão formados. Será uma mudança radical na maneira de se fazer medicina. Por isso, precisamos estar preparados e prontos para esses desafios futuros”, disse o oncologista, ao agradecer a continuidade da parceria.

Oncologista Adalberto Broeker Neto, diretor da Oncologia Centenário

Dos 20 anos de vigência da parceria, o prefeito Vanazzi está há 13 anos fazendo a gestão do contrato. “Então, se tem alguém que pode falar da qualidade de serviço na gestão pública, da relação séria e responsável estabelecida pela Fundação Hospital Centenário com a Oncologia é esse gestor, que esteve à frente de quase dois terços desse contrato, que se dá com bases técnicas e de compromissos com o SUS e a população”, disse. Ainda segundo Vanazzi, há mais desafios pela frente, mas essa nova parceria é um dos que foi executado com maestria e muita responsabilidade. “A Oncologia Centenário é uma referência nacional e internacional, o que só engradece o nome do Hospital Centenário do ponto de vista estrutural, de conceito e de valores”, ressaltou o prefeito. 

QUALIDADE E CONFIANÇA – Para o secretário Frison, a decisão de renovação do contrato foi acertada por dois grandes motivos. O primeiro é a qualidade inegável do serviço e da tecnologia disponibilizada a todos os leopoldenses e outros 20 municípios da região que têm São Leopoldo como referência para o tratamento de câncer. O segundo ponto é a confiança que se tem na Oncologia Centenário, que está sempre oferecendo um serviço de ponta para a população. “Essa relação de qualidade e confiança, construída nestes 20 anos, nos deixam motivados e tranquilos em fazer a renovação desse contrato”, disse.

Já a vice-presidente Operacional do Hospital Centenário, Simone Souza, frisou que a renovação é um grande ganho. “Estamos garantindo que a população, sem distinção, tenha um atendimento de qualidade, cuidado que é um privilégio. Sem dúvida, esse é um momento histórico”, destacou Simone de Souza. A solenidade também contou com a participação do procurador-geral do Hospital Centenário, Maicon Barbosa, do assessor técnico da instituição de saúde Aguinaldo Cavedon, diretores da clínica, médicos e colaboradores de ambas instituições.

NOVO HAMBURGO – Na verdade, a população de todos os 21 municípios é favorecida com a renovação do contrato. Caso de Novo Hamburgo, que desde maio do ano passado encaminha pacientes do município e de Ivoti e Estância Velha para tratamento de radioterapia na Oncologia Centenário. “Quando fizemos a contratualização da radioterapia na Oncologia Centenário, tínhamos os objetivos de economicidade e a qualidade no atendimento. E, na prática, estamos concretizando isto. Reduzimos os recursos públicos empregados, o tempo e a quilometragem de deslocamento diário de Porto Alegre para a vizinha São Leopoldo e proporcionamos um tratamento muito mais acolhedor, menos desgastante e humanizado aos nossos pacientes para que vençam a doença”, avaliou o secretário de Saúde de Novo Hamburgo, Naasom Luciano.

0S 21 MUNICÍPIOS ATENDIDOS

Barão

Brochier

Capela de Santana

Esteio

Estância Velha

Harmonia

Ivoti

Maratá

Montenegro

Novo Hamburgo

Pareci Novo

Portão

Salvador do Sul

São José do Hortêncio

São José do Sul

São Leopoldo

São Pedro da Serra

São Sebastião do Caí

Sapucaia do Sul

Tupandi

Tabaí

Redação: Marcia Greiner, jornalista e produtora de conteúdo Portal Negócios & Cia.

Top