Uso de cookies

Para você navegar neste website, usaremos cookies para melhorar e personalizar sua experiência. Saiba mais em nossa política de de privacidade.

Falece Silvino Geremia, fundador da Higra Inovação e Sustentabilidade

Silvino Geremia, fundador da Higra

A imagem do portal da Higra reflete o apreço de Silvino Geremia pela Inovação

 

 

São Leopoldo perdeu nesta quinta-feira, 22, uma das suas grandes lideranças. Silvino Geremia faleceu aos 79 anos.

A despedida acontece ao longo dia dia, até às 17h, no Crematório e Cemitério Ecumênico Cristo Rei, em São Leopoldo/RS.

Silvino Geremia foi sócio-fundador e presidente do Conselho Administrativo da HIGRA Inovação e Sustentabilidade, tendo forte atuação no setor empresarial e no associativismo. Ele deixa um legado focado no empreendedorismo, na inovação e no amplo olhar sobre a comunidade. Era considerado mais que um empresário de sucesso, era também um amigo, um parceiro e um incentivador inesquecível.

 

Silvino Geremia, fundador da Higra
Silvino Geremia, fundador da Higra

 

Foi o idealizador das bombas anfíbias e submersas Higra para a captação de fluidos em águas subterrâneas, cuja tecnologia 100% brasileira é utilizada nas três Américas, Ásia, Oceania e África. São mais de oito mil equipamentos HIGRA em todo mundo que captam água para irrigação, processos industriais e drenagem de alagamentos urbanos.

Tornou-se nacionalmente conhecido quando, em 1996, publicou um artigo na Revista Exame dizendo-se um “Fora da Lei”, em forma de protesto pela multa por pagar a escola para seus funcionários.

Na Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Tecnologia de São Leopoldo, a gestão de Silvino Geremia aconteceu de 1988 a 1990 – em plena época da abertura democrática. Com forte atuação na defesa da livre iniciativa ele coordenou a abertura de um canal de comunicação com todos os partidos políticos para ouvir todas as propostas.

 

Com a vinda da Trensurb para a cidade, Silvino Geremia comandou a campanha para que o projeto fosse subterrâneo ou aéreo, para evitar a divisão como a que aconteceu entre Canoas, Esteio e Sapucaia.

 

Como o sistema de telefonia ainda era estatal, ele atuou para arrecadar recursos para comprar um terreno para a CRT e trazer uma central telefônica para o bairro Scharlau. Assim, as empresas localizadas na Zona Norte passaram a ter mais linhas de comunicação.

 

Sua gestão concluiu o projeto do seu antecessor Celso Erny Kraemer para a construção de uma nova subestação de energia elétrica com recursos totais das empresas, que posteriormente foi doada à CEEE. Esta ação permitiu a conclusão do Distrito Industrial do Bairro São Borja.

 

Nota da Editora: “Atuei como assessora de imprensa da Higra durante dois anos. Naquele período, pude conhecer melhor a pessoa por trás do empresário. Silvino Geremia era sempre gentil, atencioso, curioso e mantinha o espírito inquieto de “menino travesso”. Tinha grande apreço pela área de engenharia e soube suprir a sua “deficiência acadêmica” investindo na educação dos seus profissinais.

Descanse em paz, senhor Silvino. O senhor deixou um grande legado para o planeta”.

Elizabeth Renz, jornalista

 

A ACIST-SL produziu duas entrevistas com Silvino Geremia, as quais compartilhamos:

Depoimento ACIST-SL 100 Anos:

https://www.youtube.com/watch?v=8sV5FDsyJs0

Papo de Empreendedor:

https://www.youtube.com/watch?v=I4f6THrKOfw

Outras notícias

A 9ª Sinfonia integra-se à reconstrução de São Leopoldo

Obra-prima de Beethoven, que exalta a  fraternidade e a alegria, será apresentada no mês da Imigração para “abraçar” a cidade. Iniciativa vem sendo organizada desde dezembro de 2023 pela Presto Produções e Apresentações Artísticas, com o apoio da Lei Rouanet.

Festival Musicâmara reúne corais da região

Festival acontece entre os dias 8 e 11 de julho, na Igreja de Cristo (Igreja do Relógio) com entrada franca Valorizar a beleza do canto coral, que é um dos legados da Imigração Alemã para o Rio Grande do Sul.