Uso de cookies

Para você navegar neste website, usaremos cookies para melhorar e personalizar sua experiência. Saiba mais em nossa política de de privacidade.

Encerrada atividade da agência Receita Estadual em São Leopoldo

Prédio localizado na Rua Independência já está desativado

 

 

Apesar de toda a movimentação do setor empresarial de São Leopoldo, foi concretizado o fechamento da agência da Receita Estadual localizada no município. O encerramento das atividades aconteceu no dia 31 de dezembro. Os atendimentos passam a ser realizados na Delegacia da Receita Estadual localizada em Novo Hamburgo.

 

O vice-coordenador do Núcleo de Contabilistas da ACIST-SL, Filipe Schuck, avalia que o encerramento das atividades do escritório da Receita Estadual será prejudicial ao município, pois é mais uma estrutura sendo fechada. “O desaparelhamento do Estado é muito grande, e em relação ao atendimento, o nosso tempo de deslocamento será maior”, aponta, salientando que a Delegacia de Novo Hamburgo, que irá receber os atendimentos dos municípios de São Leopoldo, Sapucaia do Sul, São Sebastião do Caí e Portão, não conseguirá comportar toda a demanda destes Municípios. Schuck destaca ainda que toda a população ficará desassistida na cidade, afetando  empresários, escritórios de contabilidade, advocacia e produtores rurais.

 

Em 2018, a agência administrou mais de R$ 4 milhões em São Leopoldo, mais de R$ 2 milhões em Sapucaia do Sul, R$ 600 mil em Portão e R$ 500 mil em Sebastião do Caí.

 

Segundo a Receita Estadual (SEFAZ), a concentração das atividades tende a trazer mais alinhamento estratégico, menor cadeia de comanda e menores custos.  A Fazenda também afirma que serão oferecidos aos contribuintes serviços por meio do autoatendimento na Internet, e-CAC e Domicilio tributário Eletrônico, possibilitando o atendimento sem necessidade de deslocamento. O serviço denominado de Plantão Fiscal Virtual já responde a totalidade de dúvidas dos contribuintes.

 

Outras notícias

Castástrofe Climática: ACIST-SL cancela eventos de maio

  Devido aos graves efeitos da catástrofe climática que assola São Leopoldo, a ACIST-SL cancelou todos os eventos programados para maio. “Nossos esforços estão concentrados em apoiar os atingidos pela enchente. Criamos uma força-tarefa com nossos associados para receber e