Uso de cookies

Para você navegar neste website, usaremos cookies para melhorar e personalizar sua experiência. Saiba mais em nossa política de de privacidade.

Coronavírus: São Leopoldo continua na bandeira laranja, sem internações em UTI

 

O governo do Estado preparou um modelo de distanciamento controlado para o Rio Grande do Sul e o critério utilizado para este distanciamento foi separar e classificar o Estado por regiões de agrupamento e cores de bandeiras. Ao todo, o Estado foi dividido em 30 regiões de saúde. Já a classificação das bandeiras se dá por duas maneiras. Primeiro: pela capacidade do sistema de saúde. Segundo: pelo nível de propagação do Covid-19.

Essas bandeiras são classificadas nas cores Amarela (risco baixo)Laranja (risco médio)Vermelha (risco alto) Preta (risco altíssimo). O estado não tem locais nas bandeiras vermelha, que representa risco alto, e preta, que representa risco altíssimo.

Na formatação deste critério, São Leopoldo está situada na Região 7 (o Rio Grande do Sul foi dividido em 30) e encontra-se na Bandeira Laranja (risco médio). O secretário da Saúde do município, Ricardo Charão, comenta que não há casos de internação nos 10 leitos da UTI do hospital Centenário reservados para tratamento do Coronavírus. O hospital municipal possui 8 leitos de UTI Neonatal e 10 leitos de UTI adulto para tratamento de outras doenças. Até está sexta-feira (29), todos os leitos da UTI adulto (não Covid-19), estavam ocupados, conclui Charão.

A partir deste sábado, dia  30 de maio, apenas os casos que gerem hospitalização serão usados para medir a proliferação do vírus nas regiões do Estado. São Leopoldo, que até o momento, possui 230 casos confirmados de Covid-19.

 

O resultado desses dados é atualizado semanalmente pela Secretária Estadual de Saúde e pode ser acessado no site https://distanciamentocontrolado.rs.gov.br/

Outras notícias

Castástrofe Climática: ACIST-SL cancela eventos de maio

  Devido aos graves efeitos da catástrofe climática que assola São Leopoldo, a ACIST-SL cancelou todos os eventos programados para maio. “Nossos esforços estão concentrados em apoiar os atingidos pela enchente. Criamos uma força-tarefa com nossos associados para receber e