Uso de cookies

Para você navegar neste website, usaremos cookies para melhorar e personalizar sua experiência. Saiba mais em nossa política de de privacidade.

CineSolarzinho chega ao Centro de São Leopoldo

CineSolarzinho chega a São Leopoldo com sessões gratuitas de cinema movido a energia solar

A experiência do CineSolarzinho, o primeiro cinema itinerante movido a energia solar do Brasil, chega a São Leopoldo (RS), com sessões gratuitas para a população e oficina de educação ambiental e linguagem audiovisual para crianças e jovens. Nesta quinta-feira, 26, a partir das 19h, na Praça Largo Rui Porto, serão exibidos curtas-metragens infanto-juvenis que abordam temáticas como os princípios do cooperativismo, coletividade, solidariedade e sustentabilidade. As sessões contam com distribuição de pipoca e o público pode visitar o furgãoque carrega todo o cinema e se transforma numa estação móvel de ciências, arte, tecnologia, sustentabilidade e cultura de paz.

 

O CineSolarzinho, versão infantil do CineSolar, que em 2023 completa 10 anos, transforma espaços públicos e abertos em salas de cinema e já realizou cerca de 1870 sessões (com exibição de 180 filmes) e 576 oficinas para 284 mil pessoas de quase 600 cidades, de 23 estados e do Distrito Federal. O projeto já percorreu mais de 250 mil quilômetros pelo país e atua com o objetivo de democratizar o acesso às produções audiovisuais (principalmente as nacionais), promover ações e práticas sustentáveis, a inclusão social e difundir a tecnologia da geração de energia solar.

 

“Viajando pelo Brasil presenciei o quanto nosso território é diverso e, infelizmente, desigual. Há uma escassez de equipamentos culturais e de acesso às energias renováveis. Por isso, o nosso papel sempre foi de atuar com encantamento e alegria, por meio de ações culturais e ambientais, na sensibilização e conscientização das pessoas, além de aproximá-las das novas tecnologias e das produções cinematográficas nacionais”, diz Cynthia Alario, coordenadora e idealizadora do CineSolar.

 

O furgão do CineSolar é adaptado com as placas fotovoltaicas no teto e carrega todo o cinema: 120 cadeiras e banquetas, os sistemas de conversão de energia e armazenamento (que garante 20 horas de autonomia e funcionamento), de som e projeção, incluindo a tela. Além de tudo isso, o espaço se transforma em uma estação móvel de ciências, arte, tecnologia, sustentabilidade.

 

Com infográficos, iluminação e decoração especial, feita com materiais reciclados e objetos com princípios de magnetismo e eletricidade como laser e bola de plasma, o veículo é uma atração à parte que mostra de maneira descontraída e divertida, como a luz do sol se transforma em energia elétrica.

 

Serão quatro programas com temas que abordam os princípios do cooperativismo, solidariedade, união, coletividade, inclusão, diversidade e sustentabilidade, que vão garantir muita diversão e reflexão para as crianças e para toda a família!

 

Oficinema Solar

Além das sessões de cinema, o CineSolarzinho realiza a Oficinema Solar com crianças e jovens, que integra arte, tecnologia e sustentabilidade. O encontro on-line, com duração de três horas, tem como objetivo sensibilizar e possibilitar a expressão dos participantes através da linguagem audiovisual, com a utilização de elementos básicos como fotografia, enquadramento e roteiro.

 

Em São Leopoldo foi realizada com os alunos da EMEF Professora Otília Carvalho Rieth, na segunda-feira (23), das 14h às 17h.

 

Por meio da educação ambiental, os participantes são incentivados a levantar os problemas locais e conversar sobre ações sustentáveis, construindo coletivamente a história e a roteirização do filme. Todas as ações são gravadas, um curta é produzido, editado pela equipe do CineSolar e tem sua “estreia mundial” durante a sessão de cinema para a comunidade local, ficando disponível também no canal do Youtube (https://www.youtube.com/@CINESOLARBRASIL).

 

“As oficinas complementam as atividades do cinema ao ar livre. Nos encontros tratamos o tema da sustentabilidade e energias renováveis mais aprofundado, instigando as crianças e os jovens a fazerem uma reflexão sobre a sua comunidade, a partir das discussões locais e tendo como referência as grandes soluções globais. Além disso, incentivamos o empoderamento desses participantes, que ficam à frente da câmera, protagonizando o curta que será projetado na tela do CineSolar para todos”, diz Cynthia Alario.

Programação

Sessões de Cinema

Data: Quinta-feira (26/10)

Horários: 19h – 1ª sessão: curtas-metragens – ‘Diversidade e Cooperação’

20h – 2ª sessão: curtas-metragens – ‘Asas da Imaginação’

Entrada: gratuita – não precisa de ingresso

Atração: pipoca e visita ao furgão do CineSolar, que se transforma numa estação móvel de ciências, arte, tecnologia, sustentabilidade e cultura de paz

Local: Praça Largo Rui Porto – Rua Dom João Becker, 261 – Centro – São Leopoldo/RS

Foto: Fernanda Martins/Divulgação | Fonte: Assessoria

Outras notícias

Castástrofe Climática: ACIST-SL cancela eventos de maio

  Devido aos graves efeitos da catástrofe climática que assola São Leopoldo, a ACIST-SL cancelou todos os eventos programados para maio. “Nossos esforços estão concentrados em apoiar os atingidos pela enchente. Criamos uma força-tarefa com nossos associados para receber e