Você está aqui
Home > Cenários & Dados > Índice de Atividade de São Leopoldo cai 2,8% em 2020

Índice de Atividade de São Leopoldo cai 2,8% em 2020

Dados foram apresentados por meio das plataformas digitais

 

Os dados podem ser acessados AQUI.

 

A apresentação virtual pode ser acessada aqui:

You tube:

Facebook

 

O ano de 2020 foi marcado pela pandemia por coronavírus que assolou o mundo, alterando vidas e rumos. E em São Leopoldo não foi diferente. De março de 2020 a março de 2021, centenas de vidas foram perdidas pela contaminação sem controle, assim como empregos foram ceifados e estabelecimentos foram fechados de modo definitivo devido ao longo tempo em que ficaram sem poder abrir. E os dados do Boletim Socioeconômico Trimestral elaborado pela ACIST-SL e apresentado nesta quarta-feira, 31, refletem com exatidão o impacto deste evento global no cotidiano da cidade.

 

O Indicador de Atividade apontou uma queda de 2,8% no acumulado de 2020. Segundo o economista Marcos Tadeu Lélis, que coordenou a pesquisa, este declínio foi resultado do desempenho do segundo trimestre de 2020, quando o Índice de Atividade caiu 15,2%, motivado principalmente pela queda no número de empregos. Nos trimestres seguintes, houve recuperação nas vagas, mas não o suficiente para deixar positivo o índice.

 

É que São Leopoldo tem nos Serviços (55,3% do total do PIB local é deste setor) seu principal componente. Formado por atividades como alojamento e alimentação, imobiliárias e comércio, foi o mais prejudicado pelas restrições de abertura ao longo de 2020. O fechamento compulsório determinado pelos decretos gerou demissões e encerramento definitivo de várias empresas.

 

O percentual do Índice de Atividade só não foi ainda mais negativo porque as exportações – lideradas pelo embarque de armas, munições e máquinas não elétricas – mantiveram-se em alta, tendo os Estados Unidos como principal comprador.

 

São Leopoldo também se destaca no cenário regional das exportações, ao ser comparado com outros municípios. Sua taxa de crescimento no 4º Trimestre de 2020 em comparação com o mesmo período de 2019 foi de 33,4%, enquanto Gravataí caiu 17,9%, Canoas apontou queda de 21% e Novo Hamburgo, -6,7%.

 

Conforme o presidente da ACIST-SL, Siegfried Koelln, este desempenho mostra a importância da Indústria, que representa 28,3% do PIB municipal – desempenho superior ao do Estado, que é de 22,4%, e o acerto em não terem suas atividades limitadas, como ocorreu com o comércio e serviços. “A ACIST-SL sempre apontou que o contágio não acontece nas empresas, e sim no descontrole das aglomerações nos transportes públicos, filas de bancos, nos bairros sem fiscalização e locais públicos”.

 

O Índice de Atividade de São Leopoldo é medido pela Arrecadação municipal (impostos sobre a produção e a circulação), Efeito Brasil (IBC-BR), Exportações, e Geração de emprego formal (Estoque do emprego formal e a diferença entre as taxas de variação do salário médio dos admitidos e dos desligados).

 

O Boletim Socioeconômico é uma publicação trimestral da ACIST-SL que divulga os indicadores da cidade de São Leopoldo. A cada edição, além dos dados econômicos, são divulgadas informações sobre a Educação, a Segurança Pública, a Saúde e o Desenvolvimento Econômico da cidade. Os dados são pesquisados pelo Núcleo Excelência em Competitividade e Economia Internacional da Unisinos.

 

Esta 11ª edição foi composta pelo recorte da Segurança Pública e foi apresentada pelo presidente da ACIST-SL, Siegfried Koelln, Davi Dalcin, diretor de Segurança Pública da entidade e Marcos Tadeu Lélis, economista do Núcleo de Competitividade da Unisinos. O debate dos dados contou com a participação dos secretários municipais Juliano Maciel (Desenvolvimento Econômico, Turismo e Tecnologia) e Nestor Schwertner (Segurança Pública e Defesa Comunitária), Michele Arigony, delegada da Delegacia Especial da Mulher de São Leopoldo, Eduardo Hartz, delegado da 3º Delegacia de Polícia Regional Metropolitana e do Major André Marcelo Ribeiro Machado, subcomandante do 25º Batalhão da Polícia Militar.

 

Confira AQUI texto sobre os dados da Segurança Pública:

https://acistsl.com.br/noticia/integracao-entre-sociedade-e-forcas-de-seguranca-publica-e-destaque-na-apresentacao-do-boletim-socioeconomico

 

O Boletim Socioeconômico é uma publicação trimestral da ACIST-SL que divulga os indicadores da cidade de São Leopoldo. A cada edição, além dos dados econômicos, são divulgadas informações sobre a Educação, a Segurança Pública, a Saúde e o Desenvolvimento Econômico da cidade. Os dados são pesquisados pelo Núcleo de Excelência em Competitividade e Economia Internacional da Unisinos.

 

Top