Uso de cookies

Para você navegar neste website, usaremos cookies para melhorar e personalizar sua experiência. Saiba mais em nossa política de de privacidade.

Atividade econômica de São Leopoldo cai no 4º trimestre de 2023

Dados econômicos de São Leopoldo

Nível de atividade ficou negativo em 2,1% no período, conforme os dados apresentados pela ACIST-SL

O Nível de Atividade de São Leopoldo retraiu 2,1% no 4º trimestre de 2023, frente ao mesmo trimestre do ano anterior. É o que revela a 23ª edição do Boletim Socioeconômico Trimestral produzido pela Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Tecnologia de São Leopoldo e apresentado no dia  23 de fevereiro.

O índice foi elaborado pelo Grupo de Pesquisa Competitividade e Economia Internacional da Unisinos, que utilizou quatro pilares: arrecadação municipal (impostos sobre a produção e a circulação); geração de emprego formal (estoque do emprego formal e a diferença entre as taxas de variação do salário médio dos admitidos e dos desligados); Efeito Brasil (IBC-BR) e Efeito Rio Grande do Sul (IBCR-RS).

 

Dados econômicos de São Leopoldo - Nível de Atividade
Dados econômicos de São Leopoldo – Nível de Atividade

Segundo o economista Marcos Lélis, coordenador técnico do Boletim, a queda do desempenho foi decorrência da diminuição da arrecadação municipal e da redução dos empregos formais. Ele ressalva que o município teve um crescimento médio de 0,6% ao longo de 2023.

O saldo de admitidos menos desligados no município de São Leopoldo foi de menos 1.278 vagas criadas no 4º trimestre de 2023. No mesmo período de 2022, o saldo também havia sido negativo em 625. A estimativa é que o município tenha empregado no período 53.967 pessoas.

 

Dados econômicos de São Leopoldo - Empregos
Dados econômicos de São Leopoldo – Empregos

 

As exportações também tiveram desempenho negativo no quarto trimestre. O faturamento ficou 6,3% menor em comparação com o mesmo período de 2022, o que significou US$ 126,1 milhões em divisas.

Os produtos que mais registraram redução de embarques foram motores de pistão (-37,8%), bombas e compressores (-46,1%), alimentos para animais (-11%) e armas & munições (-4,3). Estas últimas participam com 29% do total exportado pelo município.

Por outro lado, alguns setores apresentaram recuperação, como couros (87,9%) e artigos de borracha (217%)
Países de destino – Os Estados Unidos são os principais compradores dos produtos leopoldenses. Tiveram uma participação de 40,5% mas reduziram em 7,8% o volume de compras no quarto trimestre de 2023.

A China vem em segundo lugar, com 8,5% de presença e alavancou as aquisões em 140,8% no período. México foi o terceiro maior consumidor, com 7,4% de share e uma elevação de 77,2 nos pedidos. A Alemanha ficou na quarta posição. Reduziu em 62,2% o faturamento das compras e contabilizou uma participação de 4,5%.

O Boletim mostra que São Leopoldo tem no setor de Serviços (53,0%) seu principal componente, que envolve atividades como alojamento e alimentação, imobiliárias e comércio.

Já a Indústria contribui com 30,1% do PIB do município, o que é superior à participação da do setor no Estado. Esse resultado reflete a importância de grandes indústrias, inclusive multinacionais, que geram renda e desenvolvimento em São Leopoldo.

O Boletim Trimestral Socioeconômico da ACIST-SL também apresenta os dados dos municípios de Gravataí, Canoas e Novo Hamburgo. São cidades que apresentam características demográficas e de localização geográficas similares às observadas em São Leopoldo. Estão localizadas na Região Metropolitana de Porto Alegre e têm mais de 200 mil habitantes.

 

Redação e Edição: Elizabeth Renz, coordenadora de conteúdo do Portal São Leopoldo Negócios & Companhia. Reg. Prof. 8228/95

Outras notícias

Encontro para Negócios acontece dia 24 de abril

Empreendedores e empreendedoras que desejam ampliar a sua rede de relacionamentos e prospectar novos negócios terão oportunidade de divulgar seus produtos e serviços no Encontro para Negócios que a ACIST-SL promoverá no dia 24 de abril, na sede social, das

TrimbleTechnologyLab

Unisinos e Gabster inauguram o Trimble Technology Lab

Programa norte-americano TTL proporciona aos estudantes  contato com as mais recentes ferramentas de software para o desenvolvimento de seus projetos estruturais e de viabilidade     A Escola Politécnica da Unisinos e a Gabster anunciaram a instalação do Trimble Tecnology Lab