Uso de cookies

Para você navegar neste website, usaremos cookies para melhorar e personalizar sua experiência. Saiba mais em nossa política de de privacidade.

A 9ª Sinfonia integra-se à reconstrução de São Leopoldo

Obra-prima de Beethoven, que exalta a  fraternidade e a alegria, será apresentada no mês da Imigração para “abraçar” a cidade. Iniciativa vem sendo organizada desde dezembro de 2023 pela Presto Produções e Apresentações Artísticas, com o apoio da Lei Rouanet.

 

No próximo dia 13 de julho de 2024, São Leopoldo receberá um espetáculo único, do tamanho do aconchego que sua população merece após a tragédia climática que atingiu a cidade em maio deste ano. Naquela data, acontecerá a apresentação da 9ª Sinfonia de Beethoven, escolhida por também comemorar o bicentenário da sua criação e por ser um chamamento à fraternidade e à alegria. “Estas duas características fazem parte da personalidade dos imigrantes alemães que aqui chegaram, em 25 de julho de 1824. E neste momento, tornam-se mais necessárias do que nunca”, ressalta Lucia Passos, diretora e coordenadora artística da Presto Produções e Promoções Artísticas, idealizadora do projeto.

 

O evento também marca a primeira apresentação internacional da Canção ao Imigrante. Escrita pelo compositor e artista plástico José Carlos Martins e música de Vagner Bonella Cunha, a obra inédita foi  encomendada especialmente pela Secretaria Municipal de Cultura de São Leopoldo para homenagear o Bicentenário da Imigração Alemã.

 

O maestro João Paulo Sefrin, responsável pela produção musical da Presto,  assinala que a realização de uma grande e única apresentação da 9ª Sinfonia de Beethoven será um marco neste novo começo.

  • É um hino de fé na determinação em seguir a vida, uma homenagem aos duzentos anos da imigração alemã no Brasil e da 9ª Sinfonia, mas sobretudo a todos aqueles que se entregam, dia a dia, à construção de um novo agora, num mundo melhor, aprendendo com o poema de Schiller: “über’m Sternenzelt muss ein lieber Vater wohnen”! Busquem o Criador além do firmamento celeste, acima das estrelas, onde Ele mora!

 

Ele contextualiza que a obra de Beethoven ainda hoje marca grandes momentos da atualidade, justamente por simbolizar a vitória da alegria, da vida, sobre a dor e a tristeza.

  • Beethoven lutava contra sua saúde muito abalada, dificuldades financeiras, isolamento, além da surdez, praticamente total. Ainda assim, através da dor buscou a vida, a alegria; da debilidade de sua saúde buscou a vitalidade e arrojo para caminhar na direção da eternidade. São Leopoldo e todo o povo gaúcho atravessam um grave momento por causa das enchentes. Busca – e vai – se reerguer”, exalta.

 

 

Um grande espetáculo: cerca de 200 vozes e a soprano Carla Maffioletti

 

A apresentação acontecerá no Santuário Sagrado Coração de Jesus (Santuário Padre Reus) e será um dos grandes espetáculos do Vale do Sinos para 2024. Estão previstas cerca de 200 vozes para integrar o coral que entoará o poema Ode à Alegria, escrito por Friedrich Schiller em 1785 e inserido por Beethoven no quarto movimento da Sinfonia – escrita em 1824. Para a interpretação coral estão previstas a participação do Madrigal PRESTO, Coral da PUC/RS e Coral da UFRGS. Também serão convidados cantores de coros da região que já apresentaram a obra.

 

Solistas – Para a execução da obra, foram convidados os solistas gaúchos: Carla Maffioletti, soprano; Carol Braga, contralto; Maicon Cassânego, tenor e Daniel Germano, baixo.

 

Atração internacional – Carla Maffioletti, soprano porto-alegrense de projeção internacional, será uma das principais atrações do dia 13 de julho, integrando o grupo de quatro solistas da apresentação. Solista na orquestra do violinista holandês André Rieu, Carla é reconhecida pelo alcance de seus agudos e pela presença cênica. Radicada na Europa há mais de 25 anos, ela estará em turnê no Brasil e aceitou o convite da Presto para uma participação especial. Carla, impactada pela tragédia no Rio Grande do Sul, vem atuando nas redes sociais em favor da reconstrução do Estado.

 

Orquestra – A apresentação da 9ª Sinfonia de Beethoven em São Leopoldo  também irá contar com a formação de uma grande Orquestra, com cerca de 60 músicos, cuja regência é do maestro João Paulo Sefrin.

 

Os recursos financeiros para a realização do espetáculo são provenientes de patrocínios obtidos por meio da Lei Rouanet, Lei de Incentivo à Cultura Federal.

 

Patrocinam o evento as empresas Superfestas, Frontec, Regnal Rexnord, Gedore e Unique. O copatrocínio é da Sicredi Pioneira, Unimed e da Vila Rica Imóveis.

 

O evento também tem o apoio da Prefeitura Municipal de São Leopoldo (Secretaria da Cultura de São Leopoldo e Escola Pública de Gestão de São Leopoldo), Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Turístico e Tecnológico – SEDETTEC, Associação dos Empresários e Profissionais Liberais do Bairro Feitoria, Centro Medianeira de Educação e Cidadania, Comunidade Evangélica de Confissão Luterana,  Santuário Sagrado Coração de Jesus, Sociedade Ginástica São Leopoldo e Colégio São Luiz.

 

Solidariedade – A entrada é gratuita e pede-se a doação de um litro de leite ou de um quilo de alimento,  que serão doados ao Centro Educacional Medianeira. Quem desejar também pode doar materiais escolares de qualquer natureza.

 

 

 

Sobre a 9ª Sinfonia de Beethoven

 

A Nona Sinfonia de Beethoven, a última escrita pelo músico alemão e uma das mais famosas até os dias de hoje, celebrou 200 anos no dia 06 de maio deste ano. A Sinfonia nº 9 foi o ápice da carreira de Beethoven e tornou-se um marco da música clássica ocidental. Sua primeira apresentação aconteceu em Viena, na Áustria, e foi muito inovadora, pois teve um poema – Ode à Alegria, de Friedrich Schiller, como inspiração e cantado por um coral de vozes, algo inédito em uma sinfonia.

 

 

Considerado um apelo pela “irmandade global”, o quarto movimento foi incorporado em eventos cerimoniais de organizações internacionais como a UNESCO e os Jogos Olímpicos, por exemplo.

 

 

 

O poema Ode à Alegria

 

Entre 1785, quando Schiller escreveu o poema, e 1824, quando Beethoven compôs a 9ª Sinfonia, ocorreram a Revolução Francesa, as Guerras Napoleônicas e as repressões reacionárias após o Congresso de Viena.

 

Este poema celebra a alegria e a fraternidade entre os seres humanos. Promove a união entre todos, independente de suas diferenças, sob a liderança de um Pai amoroso que rege o universo. Conclama a humanidade a buscar esse Criador divino que está acima do céu estrelado.

 

Ode à Alegria, por Friedrich Schiller

 

Ó, amigos, mudemos de tom!

Entoemos algo mais prazeroso e mais alegre!

Alegria, formosa centelha divina,

Filha de Elysium,

Ébrios de fogo, entramos em teu santuário celeste!

Tua magia volta a unir o que o costume rigorosamente

dividiu.

Todos os homens se irmanam, ali onde repousam tuas

doces asas.

Quem já conseguiu o maior tesouro de ser o amigo de

um amigo, quem já conquistou uma mulher amada,

rejubile-se conosco!

Sim, mesmo aquele que conquistou apenas uma alma,

uma única em todo o mundo.

Mas aquele que não conseguiu isso, que fique chorando

fora desta irmandade!

Todos os seres bebem da mesma água no seio da

Natureza.

Todos os bons, todos os maus, seguem seus caminhos

de rosas.

A alegria no deu beijos, vinho e um amigo leal até a

morte.

Deu força para a vida aos mais humildes –

e ao querubim, a contemplação diante de Deus!

Voem alegres como teus sóis.

Através do esplêndido espaço celeste expressem,

Irmãos, teus caminhos,

alegres como heróis para a vitória.

Abracem-se, milhões de irmãos!

Que este beijo envolva o mundo inteiro!

Irmãos! Sobre o firmamento estrelado habita um Pai

amoroso!

Fraquejais, milhões de criaturas?

Não pressentíeis, mundo, o seu Criador?

Busquem-no além do firmamento celeste, acima das

estrelas, onde Ele mora!

 

 

Sobre a PRESTO

 

A Presto Produções e Promoções Artísticas é uma empresa especializada em organização, produção e promoção de espetáculos artísticos e eventos culturais.

Sediada em São Leopoldo, foi idealizada em 2006 pela cantora e professora mineira radicada no Rio Grande do Sul, Lúcia Passos, e dirigida pelo também músico Ailton Abreu. A  Presto tem na sua grade uma série de projetos culturais: Camerata PRESTO, Madrigal Presto e MusiCâmara.

 

A PRESTO também conta com diversos grupos, que se apresentam em diferentes eventos e atividades artísticas e culturais: Camerata PRESTO, Madrigal PRESTO, Quarteto de Cordas PRESTO e Grupo Arte Gaúcha.

 

A Presto oferece ainda oficinas, aulas de música, recitais, seminários, shows e concertos. Disponibiliza assessoria, consultoria e treinamento na área artística e cultural.

 

Também atua para a iniciativa privada, oferecendo música e arte, através da PRESTO PREMIUM, com seus grupos artísticos e outras formações personalizadas para eventos públicos ou privados.

 

Outras notícias

Festival Musicâmara reúne corais da região

Festival acontece entre os dias 8 e 11 de julho, na Igreja de Cristo (Igreja do Relógio) com entrada franca Valorizar a beleza do canto coral, que é um dos legados da Imigração Alemã para o Rio Grande do Sul.