Você está aqui
Home > Tecnologia & Inovação > Ecossistema de Inovação produz protetores faciais para o SAMU

Ecossistema de Inovação produz protetores faciais para o SAMU

Em momentos de crise, como a que estamos enfrentando nesta pandemia do novo coronavírus (Covid-19), é preciso encontrar formas de colaborar. Unindo tecnologia e solidariedade para ajudar profissionais de saúde, o Ecossistema de Inovação da Unisinos – Tecnosinos uniu forças para enfrentar outro problema grave: a falta de equipamentos de proteção no sistema de saúde do Rio Grande do Sul.

 

Utilizando duas impressoras 3D instaladas nos laboratórios da Unidade de Inovação e Tecnologia – Unitec, a partir de impressão 3D, são produzidos protetores faciais. O Equipamento de Proteção Individual (EPI) é recomendado para a face e de uso complementar as máscaras que são utilizadas por médicos e enfermeiros, do tipo N95. Nesta sexta-feira, 27, as primeiras 15 unidades foram doadas à Samu de Porto Alegre.

 

A diretora do Tecnosinos, Susana Kakuta, diz que a ideia surgiu a partir de conversas com gestores de saúde da região. “Esta é uma solução que chega direto em quem está na linha de frente no tratamento aos pacientes do Covid-19. Nosso ecossistema está junto, focado e estruturado na busca de soluções inovadoras para este momento”.

 

Os insumos estão sendo doados por empresas, startups e funcionários do Tecnosinos, pela Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Tecnologia de São Leopoldo – ACIST-SL e pelos jesuítas da Unisinos. O projeto conta com apoio das Escolas de Saúde e Politécnica da Universidade.

 

De acordo com o coordenador de Infraestrutura e Laboratório do Tecnosinos, Leonardo Scherer Fatturi Pires, estão sendo utilizados filamentos poliméricos dos tipos ABS e PLA para a impressão das máscaras. “Se trabalharmos em turnos de 24 horas, seria possível disponibilizar cerca de 60 protetores faciais por dia”. Além do processo de impressão, Pires destaca que estão utilizando uma máquina de corte a laser CNC para cortar o plástico de proteção facial, utilizando chapas de PETG.

 

A decana da Escola de Saúde da Unisinos, Rochele Rossi, destacou o compromisso da Universidade na comunidade e o apoio para as equipes de saúde. “A Universidade acredita nessa colaboração entre empresas, Parque Tecnológico, institutos tecnológicos, universidade e comunidade. Hoje, entre várias ações, estamos entregando escudos faciais que serão destinados à Samu de Porto Alegre e isso demonstra o compromisso da Universidade em apoiar o sistema de saúde dos nossos municípios”.

 

Para o médico do Samu de Porto Alegre e professor de Medicina da Unsinos, Luciano Eifler, os protetores vão ajudar a proteger os profissionais de saúde que atuam na linha de frente no combate à pandemia. “Os equipamentos serão muito bem-vindos para todos hospitais, equipes de pré-hospitalar e UTIs. Será fundamental para que nós médicos não sejamos mais uma vítima do novo coronavírus e não nos tornemos doentes ou vetores da infecção”.

 

As empresas e pessoas interessadas em ajudar devem entrar em contato com o Tecnosinos, por meio do telefone (51) 99729-9001 ou pelo email unitec@unisinos.br.

Fonte: Tencosinos

Foto: Ricardo Blum

Top