Você está aqui
Home > Tecnologia & Inovação > Susana Kakuta será a nova CEO do Tecnosinos

Susana Kakuta será a nova CEO do Tecnosinos

Nome respeitado no ecossistema de inovação gaúcho, Susana Kakuta está de volta para casa. Ela vai assumir como CEO do Tecnosinos no dia 02 de janeiro de 2019, cargo que já ocupou durante seis anos, de 2009 a março de 2015.

Atual secretária estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia e de Minas e Energia, a gestora ocupará o posto de Luís Felipe Maldaner, atual CEO do Tecnosinos, que deverá seguir como professor do mestrado profissional em Gestão e Negócios da Unisinos. No dia 11 de dezembro acontecerá uma reunião de governança, quando deverá ser oficializada a decisão.

Com o fim do mandato do governador José Ivo Sartori, ao final de 2018, já estava previsto que Susana sairia do governo. Seu nome estava sendo disputado por algumas instituições, justamente pelo seu expertise nas áreas de inovação e empreendedorismo.

Desde 2009, Susana foi gestora da unidade de Inovação e Tecnologia da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) e gestora executiva do então Polo de Informática para Parque Tecnológico São Leopoldo, atual Parque Tecnológico de São Leopoldo (Tecnosinos).

Foi durante a sua gestão que o parque teve o seu boom, com um forte movimento de atração de investimentos, como da indiana HCL e do acordo firmado entre a fabricante de semicondutores HT Micron, uma joint-venture da brasileira Parit Participações com a sul-coreana Hana Micron, além de ações de internacionalização e de ampliação. Nesta época, o empreendimento migrou da visão de polo para a de parque e saltou de 23 empresas e 600 empregos para 75 empresas e 6 mil empregos. Atualmente, são 108 players nacionais e internacionais, um faturamento de mais de R$ 645 milhões, 18 patentes e 116 registros de propriedade intelectual no Tecnosinos.

Tecnicamente, aliás, Susana nunca encerrou totalmente o seu vínculo com a Unisinos, permanecendo durante todo esse tempo como funcionária licenciada. Depois de 2015, foi presidente do Badesul, Secretaria de Minas e Energia e, mais recentemente, Secretária Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia e de Minas e Energia. Agora, o seu contrato com a Unisinos está sendo reativado.

Antes disso, ela foi presidente da CaixaRS, diretora de Operações do Sebrae RS e coordenadora da Unidade de Competitividade Industrial da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Fonte: Jornal do Comércio

Top