Você está aqui
Home > Empresas & Negócios > Hipermercado Big reabre após nova vistoria

Hipermercado Big reabre após nova vistoria

 

Depois de uma nova vistoria realizada pela força-tarefa da prefeitura de São Leopoldo, o Hipermercado Big foi autorizado a retomar suas atividades. A equipe formada por fiscais da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turístico e Tecnológico (Sedettec), agentes da Vigilância Sanitária e da Guarda Civil Municipal (GCM) retornaram ao estabelecimento na manhã desta segunda-feira, 25 de maio, para verificar se as adequações contidas nos Decretos Municipais contra a propagação do novo coronavírus haviam sido adotadas.

Em reunião, ficou acordado que o hipermercado só poderá exercer suas atividades atendendo com a metade de sua capacidade total, que corresponde a 450 pessoas dentro da loja, entre funcionários e clientes. Conforme o fiscal da Sedettec, Alexandre Schieffelbein “O número de pessoas ficou estabelecido por questão de segurança e com uma certa margem, pois existem períodos do dia onde a procura pelo estabelecimento fica maior”, explica.

Além de controlar a lotação, o estabelecimento cancelou o sistema de buffet que era disponibilizado aos funcionários. “A alimentação para os trabalhadores será fornecida por viandas individuais. O local já estava com essa logística pronta, por isso a autorização para o retorno do funcionamento se deu no momento da vistoria, juntamente com o número de pessoas circulando dentro do mercado”, esclarece o fiscal Alexandre.

No início da noite domingo, 24 de maio, após uma operação de rotina, os fiscais da força-tarefa identificaram irregularidades como serviço de buffet para funcionários, excesso de clientes no dentro da loja, além não haver controle de acesso de clientes ao estabelecimento, localizado na Avenida Imperatriz Leopoldina.

Considerando que os requisitos estabelecidos no Decreto Municipal nº 9.482 e suas atualizações foram atendidos, a empresa permanecerá atuando com as condições estabelecidas. As equipes da Força-Tarefa seguem na atuação para garantir o cumprimento de todas as medidas estabelecidas no decreto de calamidade pública visando conter o avanço da pandemia do novo coronavírus.

Top