Você está aqui
Home > Entidades > ACIST-SL solicita à Prefeitura abertura do Shopping e ampliação do horário para o setor de Gastronomia

ACIST-SL solicita à Prefeitura abertura do Shopping e ampliação do horário para o setor de Gastronomia

 

 

Nesta quarta-feira (10), a Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Tecnologia de São Leopoldo (ACIST-SL) protocolou ofício encaminhado ao prefeito municipal Ary Vanazzi, solicitando informações sobre a proibição do Shopping Bourbon abrir para as lojas comerciais. No documento, a entidade reforça a preocupação quanto ao ambiente para a geração de negócios, colocando o município em uma difícil posição para a atração de investimentos. “É muito provável que a opção para as empresas retomarem suas atividades também sejam as cidades vizinhas, que têm dado melhor exemplo de como equacionar Saúde e Economia através de decisões equilibradas”, ressalta o documento.

 

A entidade também reitera o pedido para a ampliação do horário de atendimento dos estabelecimentos gastronômicos – pelo menos até às 22h – para que estes possam desempenhar melhor suas atividades. “O fechamento prolongado causa prejuízos ao setor e aos seus empregos e é um impulso à migração do consumo para outras cidades”, reforça o documento, concluindo é que preciso maior agilidade nas decisões para a retomada das atividades, bem como regras mais claras para que todos possam desempenhar suas atividades com responsabilidade e segurança.

 

Abaixo, a íntegra do Ofício:

Of. 17/2020 São Leopoldo, 09 de junho de 2020.
Exmo. Sr.

Ary Vanazzi
Prefeito de São Leopoldo

Prezado senhor,

A Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Tecnologia de São Leopoldo – ACISTSL vem solicitar informações acerca da proibição de funcionamento do Shopping, pois estranha-nos que ainda permaneça fechado uma vez que é o único no estado do RS que segue com restrições às atividades. Os indicadores da cidade de São Leopoldo em relação à Covid-19 estão melhores que em outros municípios, portanto, não encontramos justificativa para que seja mantido o fechamento do estabelecimento.

São Leopoldo tem se mostrado um ambiente difícil para os negócios, e ser notícia por este tipo de decisão nos coloca em uma posição muito ruim do ponto de vista de atração de investimentos, de empresas e de empregos para o futuro. Se os consumidores já estão buscando outras praças, é muito provável que a opção para as empresas retomarem suas atividades também sejam as cidades vizinhas, que tem dado melhor exemplo de como equacionar Saúde e Economia através de decisões equilibradas.
Outra questão é a limitação de horário dos estabelecimentos gastronômicos, que vem inviabilizando os negócios. O limite de horário de atendimento precisa ser ampliado, à noite pelo menos até às 22h, para que todos os empreendimentos do setor tenham condições de desempenhar suas atividades. Este fechamento prolongado vem causando prejuízos ao setor e aos seus empregos, além de, como já citado, ser um impulso à migração do consumo para outras cidades.

Precisamos de maior agilidade na tomada de decisões para a retomada das atividades,
bem como regras claras para que todos possam desempenhar suas atividades com
responsabilidade e segurança.

Siegfried Koelln

Presidente da ACIST-SL

 

Top