Você está aqui
Home > Cenários & Dados > Em 2016, exportações de São Leopoldo cresceram 24%

Em 2016, exportações de São Leopoldo cresceram 24%

Em 2016, as indústrias de São Leopoldo exportaram produtos para mais de 30 países e geraram US$ 340 milhões em divisas com seus negócios no exterior, o que significa um acréscimo de 24% em comparação com 2015. Os dados são da Secretaria de Comércio Exterior do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

Na pauta, dos 40 grupos de produtos, os mais exportados foram pistolas e revólveres, que faturaram US$ 104,8 milhões, detendo 26% do total. Na sequência, motores, ferramentas pneumáticas e couros, ficaram com 21%, 16% e 8%, respectivamente.

Para o vice-presidente de Indústria da ACIST-SL, Davi Dalcin, estes dados demonstram o quanto o setor industrial de São Leopoldo é diversificado, reforçando ainda mais a necessidade de haver mais condições competitivas para as empresas manterem e ampliarem a participação no mercado externo. “Temos que lembrar que o desempenho de 2015 foi negativo em quase 20%. Então, em 2016 apenas foi recuperado o que foi perdido. É de vital importância a aprovação de projetos consistentes que estimulem as empresas a investirem mais no setor manufaturado, gerando mais renda e emprego”.

Países – Ainda conforme a SECEX, os países que mais compraram de São Leopoldo foram os Estados Unidos, China, Alemanha e Argentina. Os norte-americanos importaram o equivalente a US$ 170 milhões, o que representa 42% do total faturado pelo município. Já a China ficou com 8,6%, ao importar US$ 34,3 milhões. Os compradores alemães geraram US$ 28 milhões e os argentinos, US$ 23 milhões.

Balança Comercial – A Balança Comercial de São Leopoldo, em 2016, também ficou positiva. Enquanto os embarques somaram US$ 340 milhões, as importações ficaram em US$ 216 milhões, gerando um saldo de US$ 183,7 milhões.

Imprensa ACIST-SL
Coordenação: SENHA Comunicação Integrada
Redação: Elizabeth Renz | reg prof 8228/95

Top