Você está aqui
Home > Cenários & Dados

ACIST-SL destaca que é preciso repensar o ambiente de negócios de São Leopoldo

Bairro Rio do Sinos - São Leopoldo,RS

Foto: Bairro Rio do Sinos. Márcio Kerber - Cine Vídeo Produtora A frase acima sintetiza a ampla análise feita pela diretoria da ACIST-SL nesta quarta-feira, 26, durante a apresentação da nona edição do Boletim Socioeconômico Trimestral, cujo bloco temático foi o Desenvolvimento Econômico. O levantamento, que apontou que o nível de atividade econômica caiu 15,2%, a perda de 1.845 postos de trabalho – principalmente dos setores de Comércio e da Indústria - e o fechamento de diversos estabelecimentos comerciais, enquanto o setor de Tecnologia manteve estabilidade nos empregos,  alertou os dirigentes empresariais para a necessidade de avaliar profundamente a matriz econômica

Dia 26, ACIST-SL apresenta Boletim Socioeconômico Trimestral

Evento mostrará o desempenho econômico do 2º trimestre de 2020     Nesta quarta-feira, 26, serão conhecidos os dados econômicos de São Leopoldo referentes ao segundo trimestre deste ano. A apresentação será feita pela diretoria da ACIST-SL, quando será lançada a nona edição do Boletim Socioeconômico Trimestral, cujo bloco temático é o Desenvolvimento Econômico e mostrará os efeitos da pandemia por Covid-19 sobre a atividade econômica da cidade.   O evento será transmitido ao vivo, a partir das 9h, pela página da entidade no Facebook e no canal do You Tube e terá a participação do presidente Siegfried Koelln, Marcelo Póvoas, diretor de Construção Civil

São Leopoldo contabiliza perda de 1.845 vagas de emprego no semestre

    O primeiro semestre deste ano registrou a perda de 1.845 empregos formais em São Leopoldo. É o que apontam os dados fornecidos pelo Novo CAGED (veja informações abaixo) e divulgados pelo Ministério da Economia. “Infelizmente, estes números comprovam o que estamos alertando desde março: de que a economia seria seriamente afetada pelo fechamento das empresas”, lamenta Siegfried Koelln, presidente da Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Tecnologia de São Leopoldo. Nestes dados, não estão incluídos os trabalhadores informais, o que pode ampliar ainda mais o número.     Conforme o levantamento, dentre os 30 setores que mais demitiram (conforme a tabela), estão os

ACIST-SL defende o retorno das atividades para combater os efeitos da pandemia

  Boletim Trimestral da entidade apontou queda preocupante no nível da atividade econômica de São Leopoldo   O conteúdo completo do Boletim pode ser acessado AQUI. As restrições das atividades em São Leopoldo, que iniciaram em março deste ano, causaram impacto direto no seu desempenho produtivo, chegando a uma queda de 0,9% no primeiro trimestre deste ano. Este foi um dos dados apontados pela ACIST-SL, nesta quinta-feira (28), durante a divulgação on-line da oitava edição do Boletim Socioeconômico elaborado pela entidade com o apoio do Núcleo de Excelência da Unisinos, cujo bloco temático foi a Covid-19. A apresentação foi realizada pelo presidente Siegfried Koelln, por

COVID-19 é o tema do Boletim Econômico da ACIST-SL

  Entidade transmite LIVE nesta quinta-feira, às 9h     A oitava edição do Boletim Socioeconômico Trimestral da ACIST-SL trará como tema principal os efeitos da COVID-19 para o setor produtivo do município e das demais cidades que são utilizadas como comparativo: Novo Hamburgo, Gravataí e Canoas. A apresentação será na próxima quinta-feira (28 de maio) às 9h, em transmissão ao vivo pela página do Facebook da entidade   (www.facebook.com/acistsl) e terá a participação do presidente Siegfried Koelln e do coordenador do Boletim, Marcelo Póvoas, diretor de Construção Civil da entidade.   Serão comparados os dados do segundo trimestre de 2019 com o mesmo período deste ano, cujo

São Leopoldo registra queda nas receitas e cobra agilidade nas medidas de apoio

Segundo a Secretaria Municipal da Fazenda, queda de abril foi de 21,4% A necessidade da adoção de decretos de calamidade pública com medidas de proteção e a consequente restrição do pleno funcionamento do comércio, da indústria e dos serviços, somada à falta de aporte financeiro aos Municípios e aos empreendedores, por parte dos governos Federal e Estadual, já apresentam reflexos de redução. Conforme alerta o Secretário da Fazenda de São Leopoldo (SEMFA), Eduardo Peters, a queda da arrecadação no mês de maio já chegou a R$ 5,9 milhões. Conforme os dados da Secretaria, a receita própria - soma das taxas e tributos

PEIEX promove palestra sobre cenário econômico

Marcos Tadeu Caputi Lélis, coordenador do Núcleo PEIEX São Leopoldo, fará a apresentação     O Programa de Qualificação para Exportação – PEIEX, é uma iniciativa da Apex-Brasil, Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, que, em parceria com a UNISINOS, possui um Núcleo em São Leopoldo para atendimento a empresas da região do Vale do Sinos, Paranhana e Encosta da Serra. O programa é gratuito, em que a contrapartida da empresa é a dedicação e o comprometimento nas atividades de capacitação, bem como investimentos em eventuais melhorias de processos e produtos identificadas durante o atendimento. Ao final da qualificação, a empresa

Transporte público de São Leopoldo opera com horários reduzidos

Desde o dia 4 de abril (sábado), conforme as informações da Secretaria Municipal de Mobilidade e Serviços Urbanos (SEMURB), o transporte público de São Leopoldo passa a operar com horários reduzidos. As linhas normais acontecerão apenas nos horários de pico, entre às 6h e às 9h da manhã e das 17h até 20h30. Entre estes horários, o Consórcio Coleo vai disponibilizar horários especiais para atender serviços essenciais como Saúde e Segurança e demais estabelecidos no decreto de calamidade. Aos domingos e feriados uma tabela especial emergencial que irá atender os serviços essenciais de saúde e segurança, assistindo o Hospital Centenário e a

57,4% das indústrias do RS estão com a produção parada, revela pesquisa da FIERGS

Pesquisa realizada pela Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS), e divulgada nessa terça-feira (31), indica que 57,4% das indústrias gaúchas paralisaram a produção por causa da pandemia do coronavírus e 15,9% tiveram uma queda intensa na atividade. Além disso, 83,8% perceberam queda na demanda por seus produtos (mais de oito em cada dez consultadas). “Há problemas de toda a ordem para se manter a produção. Faltam insumos e matéria-prima, existe dificuldade de logística de transporte, cancelamento de pedidos. É fundamental o retorno gradativo às atividades, seguindo-se as recomendações de saúde, como teletrabalho e isolamento para

Índices da Segurança Pública de São Leopoldo apontam para redução da criminalidade

Na manhã desta quinta-feira (12), a ACIST-SL apresentou a sétima edição do Boletim Socioeconômico Trimestral para associados, imprensa e convidados. O bloco temático foi a Segurança Pública, que contou com um painel com as autoridades do setor.   O BOLETIM SOCIOECONÔMICO PODE SER ACESSADO AQUI.   Além das informações econômicas, o destaque foi a criação de índices de violência, medidos a partir das estatísticas, de 2012 a 2019, sobre latrocínio, homicídio, furtos, roubos, roubos de veículos, estelionato, armas e munições, feminicídio, estupro, lesão corporal e ameaça. Estas informações também foram avaliadas nos municípios de Novo Hamburgo, Gravataí e Canoas, por terem características socioeconômicas semelhantes

Top